Folha de Pagamento

Folha de Pagamento

O foco principal da EXECUTIVA OUTSOURCING, desde a sua fundação sempre foi a de oferecer ao seu cliente, soluções de gerenciamento em seus serviços. O processo de folha de pagamento, não é simplesmente o de cálculo, mas sim de consultoria permanente, orientando o cliente nas melhores práticas definidas em Lei ou em negociações sindicais.

Para nós da EXECUTIVA OUTSOURCING, a folha de pagamento é o produto mais importante a ser entregue ao seu colaborador. Nosso serviço oferece, além de toda a rotina e consultoria permanente, um portal web de relacionamento, onde o seu colaborador pode acessar os recibos de pagamento, informe de rendimentos, visualizar seu ponto, entre outras facilidades, tudo via web. Os líderes acessam a informação de todos os seus colaboradores, aprovam o ponto, entre outros processos.

 

O Módulo de Gerenciamento de Folha de Pagamento da Executiva, pode ser contratado nas seguintes modalidades:

  • A.S.P. Application Service Provider
  • S.A.A.S. Software as a Service
  • B.S.P. Business Service Provider
  • B.P.O. Business Process Outsourcing

Últimas do Blog

  • letras

    Circular CEF nº 761/2017

    Foi publicada no DOU de hoje, 17.4.2017, a Circular CEF nº 761/2017 para aprovar e divulgar o cronograma de implantação e a versão 2.2.01 do Leiaute eSocial. O cronograma de implantação, referente aos eventos aplicáveis ao FGTS, se dará da seguinte forma: a) a partir de 1º.1.2018 para o empregador com faturamento no […]

  • gorjeta

    LEI Nº 13.419, DE 13 DE MARÇO DE 2017.

    Altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, para disciplinar o rateio, entre empregados, da cobrança adicional sobre as despesas em bares, restaurantes, hotéis, motéis e estabelecimentos similares.     O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu […]

  • doenca_01

    Empresa não deve pagar salários entre alta previdenciária e restauração de benefício

      19 de março de 2017, 14h25     A legislação previdenciária diz que a responsabilidade do empregador pelo pagamento dos salários, em caso de enfermidade do empregado, se limita aos 15 primeiros dias do afastamento. Portanto, se o trabalhador deixou de receber o auxílio-doença, mesmo ainda estando incapacitado para o trabalho, o empregador […]